Semana 29: Fazer figura

equipa unida

Esta semana voltámos a realçar o papel da comunicação dentro do jogo. Queremos que os nossos miúdos aprendam a falar durante o jogo e, em alguns casos, parece quase ser necessário ir buscar uma “voz” bem dentro deles, porque a resistência a utilizar a comunicação verbal de forma audível é enorme. Aumentou, assim, o “barulho” nos nossos treinos. Isso é também consequência de um crescimento acentuado da equipa, algo que se notou nos últimos jogos de Sub-14 mas, de forma mais evidente, nos jogos de Sub-13. Perante jogadores nascidos no mesmo ano, conseguimos perceber que tipo de equipa somos: muito mais agressiva defensivamente, perfeitamente capaz de recuperar de situações de desvantagem, com um enorme coração coletivo perante o entendimento de que todos contam para conseguirmos atingir as vitórias que desejamos. Fazer este percurso enche-nos de orgulho, porque sentimos que o trabalho feito por cada um dos miúdos os leva a sentir-se “figuras” no jogo. E, no fundo, é isso que nos interessa.

Com um fim-de-semana onde disputamos dois jogos bastante intensos, foi bom perceber o tipo de desafios que se colocam a cada um dos miúdos e a forma como estes respondem. Três histórias merecem ser sublinhadas:

-o caso do miúdo que vive um pouco obcecado pela arbitragem dos jogos. Sendo um tipo muito competitivo, torna-se muito vocal e emocional na forma como lida com as decisões dos juízes. O nosso trabalho tem passado por refrear esses ímpetos, seja não alimentando qualquer tipo de reclamação junto das arbitragens, seja afastando da conversa do jogo aquilo que é trabalho do árbitro, seja mesmo dando os sinais necessários para a bancada dos pais, de maneira a que estes mantenham as maneiras. Perante a sua insistência a reclamar com o árbitro, foi necessário chamá-lo ao banco para sublinhar a necessidade de focar a sua atenção no jogo. Reagiu mal, quis ir-se embora, mas a insistência na importância dele para a equipa e na necessidade, para seu bem, de esquecer o que não é jogo (e jogo são cinco contra cinco com um cesto e tabela para cada lado). Vai ser um trabalho longo, mas é importante saber que depois da “cena”, conseguiu entender que o queremos ajudar e foi para casa satisfeito com o resultado final.

-o caso do miúdo que levou a mal que outro miúdo lhe tivesse chamado um nome. Aconteceu no fim da partida, quando as duas equipas se cumprimentavam. Não querendo entrar pelas cenas tristes de figurões do desporto de formação, a verdade é que a atitude dos adultos condiciona negativamente as ações das crianças. O miúdo da nossa equipa levou a mal. Quando nos juntámos para a conversa final, estava quase a chorar. Altura para lembrar o que é importante: que quem ganha é surdo às provocações dos outros, que o que interessa é a força e a alegria que jogar e ganhar nos dá, não por”menores” que devemos esquecer rapidamente. Exagerei no discurso, levei-os ao alto, “estamos três metros e cinco centímetros acima de toda a gente” e o miúdo riu. Foi para casa a sorrir.

-o caso do miúdo que queria mesmo jogar. Última semana de aulas e um dos miúdos da equipa teve a grande sorte de ir em visita de estudo para França. Não pôde treinar, mas regressando na noite de sábado, manifestou a vontade de ir a jogo no domingo de manhã. Claro, contávamos com ele. Vinha visivelmente cansado, mas com uma enorme vontade de dar o litro pela equipa. Depois de uma semana sem treinar e fora de casa, com a agenda bem preenchida, custou-lhe tudo: correr, concentrar-se, defender, atacar. Mas estava lá! Quando saiu de campo, disse-me que não era capaz de fazer nada, “estou mesmo mal”, dizia ele. Que nada. O importante, amigo, foi tu teres estado connosco. Foi isso que lhe agradeci. E ele cresceu.

Que grandes figuras.

Terça-feira há treino!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s